Atentados do Boko Haram a bomba deixam 26 mortos no nordeste da Nigéria

Outras 66 pessoas ficaram feridas, segundo o porta-voz, sendo que 23 pessoas morreram no local do ataque e outras três no hospital para onde foram levadas

Abuja – Pelo menos 26 pessoas morreram nesta terça-feira devido a um atentado realizado pelo grupo terrorista Boko Haram com duas bombas na cidade de Mubi, no nordeste da Nigéria, informou à Agência Efe Othman Aboubakar, porta-voz da polícia local.

Outras 66 pessoas ficaram feridas, segundo o porta-voz, sendo que 23 pessoas morreram no local do ataque e outras três no hospital para onde foram levadas.

As explosões aconteceram pouco depois das 13h (horário local; 9h de Brasília), uma delas em uma mesquita, e a outra nas imediações do popular mercado de Gonjo.

Mubi fica no estado de Adamawa, no nordeste do país e na fronteira com Camarões. Nesta região, ataques terroristas do Boko Haram mataram mais de 20 mil pessoas nos últimos anos e fizeram com que cerca de 2 milhões de pessoas tivessem que se mudar para escapar da violência.

Por sua vez, Adamawa é vizinha de Borno, estado que viu nascer o grupo jihadista em 2009 e é o mais abalado pelo terrorismo na Nigéria.

O atentado de hoje coincide com o lançamento de uma campanha militar para pôr fim à ameaça do grupo terrorista no país. O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, declarou em 2016 que os jihadistas tinham sido majoritariamente derrotados, mas no ano passado realizaram vários ataques, incluindo o sequestro de mais de 100 meninas em uma escola no estado de Yobe, também no nordeste. EFE