Atentados de Paris foram ataque contra humanidade, diz Obama

Barack Obama afirmou que os atentados em Paris não são apenas contra o "o povo da França", mas um "ataque contra a humanidade"

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta sexta-feira que os atentados ocorridos em Paris não são apenas contra “o povo da França”, mas “um ataque contra a humanidade”.

Em pronunciamento na Casa Branca, Obama comentou que as autoridades americanas estão preparadas para auxiliar o governo francês.

O líder americano disse que ainda não entrou em contato com o presidente da França, François Hollande, porque a situação ainda não foi controlada.

Obama classificou os ataques como “atrozes” e não quis fazer nenhuma avaliação pública sobre a autoria dos incidentes, que deixaram dezenas de mortos, enquanto não tiver mais detalhes.

De acordo com o líder americano, a França pode contar com o apoio dos EUA para o que for necessário, e ressaltou que o povo americano estará “ao lado” do povo francês “nesta difícil situação”.

“Paris representa os eternos valores do progresso humano. Os que pensam que podem aterrorizar o povo da França ou os valores que representam estão equivocados. Neste momento trágico, lembramos que os laços de liberdade, igualdade e fraternidade não são só valores pelos quais o povo francês se preocupa profundamente, são valores que compartilhamos”, declarou.

Obama insistiu que esses valores perdurarão “além” de qualquer ato de terrorismo ou ódio como os perpetrados nesta sexta-feira. O líder transmitiu suas condolências às vítimas e insistiu que os culpados enfrentarão a justiça.

“Vamos fazer tudo o que for necessário para trabalhar com o povo francês e com as nações de todo o mundo para levar esses terroristas à justiça e para perseguir as redes terroristas que estão contra nosso povo”, acrescentou.

Texto atualizado às 21h44