Atentado suicida contra a Otan mata 17 no Afeganistão

Soldados da Força Internacional da Otan no Afeganistão (Isaf) estão entre as vítimas do ataque

Gsrdez – Pelo menos 17 pessoas morreram nesta quarta-feira em um atentado suicida contra uma patrulha conjunta das forças da Otan e do Afeganistão, no sudeste do país.

Soldados da Força Internacional da Otan no Afeganistão (Isaf) estão entre as vítimas do ataque, segundo o porta-voz da Isaf, Martyn Crighton, que não explicou se os militares foram feridos ou mortos.

O terrorista, a bordo de uma moto, detonou a carga explosiva na cidade de Khost, capital de uma província infiltrada pelos rebeldes talibãs, informou o ministério do Interior.

Três policiais e oito civis estão entre os mortos. Dezessete pessoas ficaram feridas, afirmou Amir Padsha, diretor do hospital de Khost.

Babri Gul, diretor de um hospital privado da cidade, afirmou que o centro médico recebeu seis corpos, quatro deles da mesma família, e 20 feridos.

O atentado não foi reivindicado até o momento, mas o porta-voz do ministério do Interior, Sediq Sediqqi, acusou os “inimigos do Afeganistão”, expressão com a qual as autoridades designam habitualmente os talibãs.