Atentado contra hangar que armazenava urnas deixa 19 feridos no Iraque

Justiça eleitoral do país ordenou recontagem de votos em lugares onde o resultado foi polêmico; explosão não atingiu as urnas

Ao menos 19 pessoas ficaram feridas neste domingo em um atentado contra um hangar da cidade iraquiana de Kirkuk que armazenava urnas com votos das eleições legislativas de maio.

“Nove policiais, seis membros de uma unidade antiterrorista e quatro civis ficaram feridos na explosão de um carro-bomba na entrada principal do hangar”, afirmou uma fonte das forças de segurança.

O edifício foi atingido pela explosão, mas as urnas não foram afetadas, disse Rakan Al Juburi, governador da região de Kirkuk, norte de Bagdá.

O Tribunal Supremo do Iraque ordenou a recontagem manual dos votos das sessões que tiveram resultados questionados nas legislativas de 12 de maio por suposta fraude.

As eleições foram vencidas de modo surpreendente pelo clérigo xiita Moqtada Sadr, em uma aliança eleitoral com os comunistas.

A recontagem deve começar na terça-feira nas províncias curdas de Arbil, Solimania e Dohuk, assim como em Kirkuk, Nínive, Salahedin e Anbar.