Atentado com carro-bomba deixa ao menos 30 mortos

Os Comitês de Coordenação Local e a Comissão Geral da Revolução Síria indicaram que, entre as 30 vítimas, há inúmeras crianças e mulheres

Cairo – Pelo menos 30 pessoas morreram nesta sexta-feira em um atentado com carro-bomba perpetrado perto de uma mesquita na aldeia de Suq Wadi Barada, situada nos arredores de Damasco, informaram grupos de ativistas.

Os Comitês de Coordenação Local e a Comissão Geral da Revolução Síria indicaram que, entre as 30 vítimas, há inúmeras crianças e mulheres.

Outros ativistas disseram ao Observatório Sírio de Direitos Humanos que pelo menos 40 pessoas morreram ou ficaram feridas pela explosão na aldeia em questão, a qual seria controlada por rebeldes.

Segundo os ativistas, as imediações da aldeia estão sob controle das forças governamentais e, por isso, não descartaram que o regime esteja por trás desse atentado, registrado junto à mesquita local Osama bin Zaid.

No entanto, estas informações não puderam ser verificadas de forma independente devido às restrições impostas pelas autoridades sírias aos jornalistas.

Desde março de 2011, o conflito civil na Síria já causou mais de 100 mil mortes, além de milhões de deslocados e refugiados, segundo a ONU.