Atentado com bomba mata 14 pessoas em comício no Afeganistão

A candidata Nazifa Yousofi Beig estava perto da barraca, mas não tinha saído de seu veículo, por isso não ficou ferida

Cabul – Um atentado com explosivos matou 14 pessoas e deixou 35 feridas neste sábado durante o comício de uma candidata às eleições parlamentares do Afeganistão, segundo informou a polícia à Agência Efe.

“Posicionaram uma motocicleta cheia de explosivos ou uma mina atrás da barraca da candidata Nazifa Yousofi Beig, no distrito de Rostaq”, comentou o porta-voz da polícia da província de Takhar, Khalil Aseer.

A fonte afirmou que, quando aconteceu a explosão, a candidata estava perto da barraca, mas não tinha saído de seu veículo, por isso não ficou ferida. Três policiais e um agente de inteligência estão entre os mortos pela explosão.

Embora os talibãs tenham feito alertas e pedido à população para que boicotasse as eleições parlamentares, nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado.

Com esse, já são três ataques a eventos relacionados à campanha eleitoral durante o último mês, o mais recente no último dia 9 na província de Helmand, quando um suicida matou oito pessoas, entre eles um candidato.

Há quase duas semanas, pelo menos 14 pessoas morreram e outras 47 ficaram feridas em outro ataque suicida durante um ato de campanha na província oriental de Nangarhar.

Mais de 2.500 candidatos se candidataram para as 249 cadeiras do Parlamento afegão. As eleições convocadas para 20 de outubro foram consideradas pelos insurgentes como um “falso” processo que visa legitimar a presença das tropas internacionais no Afeganistão.

O governo afegão mobilizou 54 mil soldados para garantir a segurança das urnas, mas 2.384 dos 7.384 centros de votação em áreas sob o controle talibã permanecerão fechados no dia das eleições, informou a Comissão Eleitoral Independente (IEC).