Ataques suicidas no Iraque deixam pelo menos cinco mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas em dois atentados suicidas ao oeste e ao norte de Bagdá

Bagdá – Pelo menos cinco pessoas morreram nesta sexta-feira e outras cinco ficaram feridas em dois atentados suicidas ao oeste e ao norte de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes do Ministério do Interior.

O ataque mais mortal tirou a vida de um oficial e dois soldados depois que um suposto suicida explodiu um carro-bomba em frente a um posto de controle militar na zona de Hit, cerca de 70 quilômetros ao oeste de Ramadi, capital da província ocidental de Al-Anbar.

As fontes explicaram que a explosão do veículo deixou cinco soldados feridos.

Um segundo atentado suicida com um veículo carregado de explosivos matou um policial e uma criança em um posto de segurança nas proximidades da cidade de Beji, localizada na província de Salah ad-Din, cerca de 200 quilômetros ao norte de Bagdá.

O terrorismo e a violência sectária aumentaram no Iraque nestes últimos meses, com ataques frequentes contra as forças de segurança e a comunidade xiita.

Em setembro, 979 pessoas morreram em atos de violência, o que representa um aumento com relação a agosto, quando foram registradas 804 mortes, segundo a ONU.

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, disse na quarta-feira em discurso que seu país necessita de respaldo internacional e regional para fazer frente aos sangrentos ataques terroristas.