Ataques em território controlado pelo EI matam 13 civis

A organização não informou se os ataques foram feitos por aviões russos ou pela coligação liderada pelos Estados Unidos

Treze civis morreram devido a ataques aéreos em Raqa, reduto do Estado Islâmico na Síria, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

A organização não informou se os ataques foram feitos por aviões russos ou pela coligação liderada pelos Estados Unidos.

Os aparelhos fizeram “mais de 35 ataques na cidade de Raqa”, acrescentou o Observatório. Segundo o diretor, Rami Abdel Rahmane, “Raqa não era alvo de ataques aéreos dessa intensidade há várias semanas”.

Os ataques ocorreram durante toda a noite, até a manhã de hoje, na cidade do Norte da Síria.

Várias regiões foram atingidas, entre elas o Jardim Al Rachid, a Rua Mansour, o Estádio Municipal, e deixaram mais de 13 civis mortos e dezenas de feridos, além de cinco membros do Estado Islâmico.