Ataques curdos matam sete soldados na Turquia

Outros 15 ficaram feridos após um ataque no sudeste do país pelo Partido dos Trabalhadores do Curdistão

Diyarbakirp – Pelo menos sete soldados morreram e 15 ficaram feridos após um ataque no sudeste da Turquia de rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, ilegal).

O incidente aconteceu em Yuksekova, na fronteira com Iraque e Irã, segundo fontes oficiais, que temem um número de vítimas maior.

Um grupo de rebeldes, que provavelmente entrou na Turquia a partir de bases estabelecidas no norte do Iraque, atacou o posto militar de Yesiltas e matou pelo menos sete soldados.

O canal NTV informou que oficiais da infantaria apoiados por helicópteros de combate foram mobilizados na região para tentar encontrar os criminosos.

Esta região montanhosa da Turquia (província de Hakkari) é cenário de violentos combates entre as forças de segurança e os rebeldes curdos, que intensificam os ataques durante o verão.