Ataques atingem fonte de renda do EI, diz Pentágono

Ataques liderados pelos Estados Unidos na Síria têm provocado "danos significativos" à capacidade do Estado Islâmico de se financiar, anunciou o Pentágono

Washington – Os ataques aéreos liderados pelos Estados Unidos na Síria têm provocado “danos significativos” à capacidade do Estado Islâmico de se financiar, anunciou o Pentágono nesta sexta-feira.

Ataques recentes numa operação aérea têm se concentrado nas instalações de petróleo na região de Dayr Az Zawr, responsável, segundo estimativas, por dois terços da renda de petróleo do Estado Islâmico, afirmou o coronel Steve Warren, porta-voz do Pentágono, à imprensa.

“Acreditamos que ao cortar o suprimento deles de petróleo podemos acelerar a destruição do Estado Islâmico”, disse Warren.

O primeiro ataque da operação foi no campo de petróleo de Omar em 21 de outubro, e desde então as ações aéreas têm se intensificado, declarou o coronel.

Warren afirmou que os ataques têm provocado “danos significativos” na capacidade do grupo extremista de se financiar.

Se no passado ataques também tiveram como alvo instalações petrolíferas, Warren disse que eles foram contra partes que estavam sendo consertadas ou substituídas com facilidade.

“Fizemos uma análise detalhada para determinar como poderíamos atacar o campo de petróleo para deixá-lo quebrado por mais tempo”, declarou.