Ataque suicida deixa 5 soldados mortos no Paquistão

Ataque suicida contra um posto de segurança deixou cinco soldados mortos e 34 feridos na região tribal do Waziristão do Norte

Islamabad – Um ataque suicida contra um posto de segurança deixou cinco soldados mortos e 34 feridos na região tribal do Waziristão do Norte, no noroeste do Paquistão, informaram nesta quinta-feira fontes militares.

O ataque aconteceu com uma caminhonete carregada de explosivos durante a tarde de ontem quando os soldados rezavam em uma mesquita adjacente ao posto de segurança na região de Mirali, disse uma fonte de segurança ao jornal local “The Express Tribune”.

A fonte acrescentou que a mesquita desabou por causa da explosão.

Os feridos foram transferidos para um hospital e o governo local impôs o toque de recolher para a realização dos trabalhos de resgate.

Ansarul Mujahideen, um pequeno grupo militante vinculado aos talebans paquistaneses (TTP), reivindicou a autoria do ataque, realizado como vingança pela morte do líder do TTP, Hakimullah Meshud, em um bombardeio de um “drone” americano, de acordo com o jornal “The Dawn”.

O Waziristão do Norte é uma das sete demarcações que formam o cinturão tribal paquistanês na fronteira com o Afeganistão, e é considerado o principal bastião dos talebans locais e de outras facções jihadistas que atuam em ambos os lados da fronteira.

O TTP, criado em 2007, é a principal organização insurgente com base no Paquistão e está por trás da maior parte das ações terroristas que ocorreram no país desde a sua fundação.