Ataque no norte do México mata família mórmon, incluindo crianças

Todos os mortos, assim como outros familiares desaparecidos, podem ser cidadãos dos Estados Unidos

Cidade do México — Ao menos cinco pessoas de uma família, incluindo duas crianças, foram mortas no norte do México, na segunda-feira (4), durante um ataque de atiradores desconhecidos, disseram uma fonte do governo e a mídia local, no caso mais recente de violência brutal a abalar o país.

Segundo a mídia mexicana, as vítimas pertenciam à família LeBaron, associada a uma comunidade mórmon que se estabeleceu no norte do México décadas atrás, e todos os mortos, assim como outros familiares desaparecidos, podem ser cidadãos dos Estados Unidos.

Os governos dos Estados de Chihuahua e Sonora, que fazem fronteira com os EUA, emitiram um comunicado conjunto breve na noite de segunda-feira dizendo que uma investigação sobre o incidente foi iniciada e que algumas pessoas foram dadas como mortas e outras como desaparecidas.

Família de mórmons é assassinada no México Família de mórmons é assassinada no México

Família de mórmons é assassinada no México (Reprodução/Reuters)

O comunicado, que ressaltou que forças de segurança federais e locais adicionais estão sendo enviadas à área próxima da divisa entre os dois Estados mexicanos, não deu maiores detalhes.

A televisão local mostrou imagens de um veículo queimado que pode ter pertencido à família, e o familiar e ativista local Julian LeBaron disse que o incidente foi um “massacre”, segundo uma citação, acrescentando que alguns familiares foram queimados vivos.

A assessoria de imprensa da embaixada do México nos EUA não respondeu de imediato a um pedido de maiores informações após o expediente.

O embaixador norte-americano no México, Christopher Landau, viajou a Sonora no início da segunda-feira para reuniões de trabalho, como informou no Twitter.