Ataque na República Democrática do Congo mata 14 soldados da ONU

Ao menos 53 soldados foram feridos em área disputada por milícias. Missão de paz da ONU foi estabelecida em 2010 no país é a maior da entidade em atividade.

Washington – Catorze integrantes das forças de paz da ONU foram mortos e mais de 53 ficaram feridos em um ataque no leste da República Democrática do Congo nesta sexta-feira, disseram autoridades da Organização das Nações Unidas, falando sob a condição de anonimato.

Uma autoridade da ONU admitiu mais cedo que havia integrantes das forças de paz mortos ou feridos em “grande número” no ataque na província do Kivu do Norte, na noite de quinta-feira. Segundo um ativista que atua na região, disputada e controlada por milícias rivais mesmo após o fim da guerra civil, os soldados eram da Tanzânia.

A missão de paz na República Democrática do Congo, apelidada de MONUSCO, é a maior operação em atividade da ONU. Estabelecida em 2010, a missão registrou 93 mortes desde então.