Ataque com drones mata 2 membros da Al Qaeda no Iêmen

Dois supostos membros da organização terrorista morreram em um bombardeio lançado por um drone

Sana – Dois supostos membros da organização terrorista Al Qaeda morreram nesta quarta-feira em um bombardeio lançado por um avião não-tripulado (drone) americano na província de Hadramut, no sudeste do Iêmen, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

A aeronave lançou um míssil contra um veículo que transportava os dois supostos terroristas na comarca de Al Qut, em Hadramut, a 900 quilômetros ao sudeste da capital iemenita, Sana.

A fonte contou que a ofensiva destruiu o veículo matou os dois na hora.

A ofensiva acontece três semanas depois que o Parlamento iemenita aprovasse a decisão de proibir o sobrevoo dos drones americanos.

A decisão da câmara aconteceu após a morte de 13 pessoas, entre elas, civis, em um bombardeio contra um comboio de um casamento – no centro do país – que segundo as autoridades disseram, foi lançado contra líderes da Al Qaeda.

Os Estados Unidos consideram o Iêmen uma frente avançada em sua luta contra Al Qaeda, e classifica a organização da Al Qaeda na Península Arábica, com base no Iêmen, como um dos ramos mais perigosos e ativos desta rede terrorista.