Ataque em Cabul após visita de Obama

Um terrorista avançou com o veículo repleto de explosivos contra a entrada de uma residência para estrangeiros da União Europeia e da ONU

Cabul – O ataque suicida executado por talibãs contra uma residência para estrangeiros da União Europeia e da ONU em Cabul, após a surpreendente visita do presidente americano Barack Obama, chegou ao fim nesta quarta-feira com a morte de todos os criminosos, informou a Otan.

Um terrorista avançou com o veículo repleto de explosivos contra a entrada da residência Green Village. A ação matou cinco pedestres afegãos e dois guardas, que não tiveram as nacionalidades divulgadas. Outras duas explosões foram registradas em seguida no perímetro.

“As forças de segurança afegãs responderam rapidamente e com eficácia para repelir o ataque e mataram todos os criminosos”, declarou o general alemão Carsten Jacobson, porta-voz da Força da Otan no Afeganistão (Isaf).

Segundo a Isaf, as vítimas são todas “civis afegãos”, incluindo crianças feridas. Os talibãs reivindicaram o ataque.

O ataque aconteceu pouco depois do presidente Obama, que fez uma visita surpresa à capital afegã, deixar o país.

Durante a visita de seis horas, uma no depois da morte de Osama Bin Laden, Obama prometeu aos americanos “um novo dia”, após uma década de guerra no Afeganistão.

Ele assinou um acordo estratégico com o presidente afetão Hamid Karzai, que estipula as condições de uma presença de soldados americanos no país até 2024.