Ataque em Aleppo mata 10 membros da mesma família

Pelo menos oito crianças foram mortas

Beirute – Pelo menos oito crianças, um homem e uma mulher da mesma família morreram ontem à noite em um ataque das forças governamentais em Marea, na periferia de Aleppo, no norte da Síria, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

A ONG detalhou que os soldados do regime dispararam projéteis do tipo terra-terra contra essa localidade.

Além disso, nos arredores de Marea, foi encontrado o corpo de um “emir” do Frente al Nusra, grupo sírio ligado à Al Qaeda, morto por disparos.

O dirigente jihadista tinha sido sequestrado há 15 dias por um grupo desconhecido.

Por outro lado, pelo menos 25 pessoas morreram na última madrugada em enfrentamentos entre as forças leais ao presidente Bashar al Assad, apoiadas por membros do grupo xiita libanês Hezbollah, e combatentes do Frente al Nusra e de outras facções islamitas nos arredores de Damasco.

Dessas vítimas, 17 são do regime e oito, rebeldes islamitas.

Os enfrentamentos aconteceram em uma área situada entre as povoações de Meliha e Zabadin, que acabou sendo tomada pelos insurgentes.

Mais de 162 mil pessoas morreram desde o início do conflito na Síria em março de 2011, segundo a apuração divulgada ontem pelo OSDH.