Ataque com bombas em mercado popular no Iraque deixa mortos

Os projéteis também deixaram 35 feridos, segundo as fontes, que não detalharam a origem do ataque

Bagdá – Pelo menos 17 pessoas morreram nesta quinta-feira após a detonação de três bombas em um mercado popular na cidade de Al Musaieb, localizada cerca de 40 quilômetros ao sul de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes da polícia iraquiana.

Os projéteis também deixaram 35 feridos, segundo as fontes, que não detalharam a origem do ataque.

Várias bombas atingiram o mercado popular, mas apenas três delas explodiram e provocaram a morte de pelo menos 17 pessoas, embora esse número possa aumentar devido à gravidade dos feridos.

Muitas das lojas do mercado foram destruídas como resultado dos impactos.

A mesma fonte explicou que a administração local da cidade pediu às autoridades da província de Babel, à qual pertence, que envie equipes médicas, ambulâncias e material sanitário ao hospital de Al Musaieb.

Este ataque coincide com a visita oficial a Bagdá do ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov, para analisar com os responsáveis iraquianos o conflito sírio e reforçar os laços bilaterais, especialmente a cooperação militar.

Há dois dias, 31 pessoas morreram e outras 94 ficaram feridas em uma série de ataques em várias áreas do Iraque, a maioria deles na província de Babel, de maioria xiita e localizada ao sul de Bagdá.

O Iraque enfrenta um aumento da violência confessional e de atentados terroristas que causaram no ano passado a morte de mais de 8.860 pessoas, das quais 7.818 eram civis, segundo uma apuração das Nações Unidas.