Ataque americano mata líder do Estado Islâmico na Líbia

Abu Nabil, também conhecido com Wissam Najm Abd Zayd al Zubaydi, era de origem iraquiana e também atuou com a Al-Qaeda

O chefe do Estado Islâmico na Líbia foi morto em um ataque aéreo realizado durante a noite, anunciou o Pentágono neste sábado.

Abu Nabil, também conhecido com Wissam Najm Abd Zayd al Zubaydi, era de origem iraquiana e também atuou com a Al-Qaeda, afirmou o comunicado o porta-voz Peter Cook.

Cook descreveu Abu Nabil como o líder da EI na Líbia e que ele o porta-voz em, em fevereiro de 2015, o porta-voz do vídeo que mostrava a excução de cristãos coptas.

“A morte de Nabil vai diminuir a habilidade do EI se realizar os objetivos do grupo na Líbia, incluindo o recrutamento de novos membros, estabelecer bases na Líbia e planejar e executar ataques externos nos Estados Unidos”, afirmou Cook.

“Os Estados Unidos não atacam terroristas na Líbia, mas este é o primeiro ataque dos Estados Unidos contra um líder do EI na Líbia e demonstra que perseguiremos os líderes do EI onde quer que estejam operando”, afirmou.

O Pentágono afirmou ainda que a operação de Abu Nabil foi autorizada antes dos ataques terroristas em Paris na noite de sexta-feira.