Astronauta volta para casa após quase um ano no espaço

Antes de realizar missões ainda mais longas em Marte, a Nasa quer experimentar os limites do corpo humano por um ano em gravidade zero

Cabo Canaveral – O astronauta Scott Kelly concluiu 340 dias no espaço pela Nasa, nesta terça-feira, e voltou à Terra, registrando um feito histórico para a agência norte-americana.

Kelly e seu colega de quarto dos últimos 340 dias, o cosmonauta russo Mikhail Kornienko, deixaram a Estação Espacial Internacional na noite desta terça-feira (horário dos Estados Unidos).

No momento em que a cápsula pousar no Cazaquistão, amanhã, a dupla terá viajado 231.745.536 quilômetros no espaço e circulado o planeta 5.440 vezes.

Eles vão passar por uma série de exames médicos após a aterrissagem. Antes de realizar missões ainda mais longas em Marte, a Nasa quer experimentar os limites do corpo humano por um ano em gravidade zero.

“Agora um ano parece maior do que eu pensei que seria”, disse Kelly há duas semanas. Não exatamente um ano, mas ainda sim um recorde para a Nasa. O concorrente mais próximo de Kelly passou 125 dias no espaço.

Já os russos detêm o recorde mundial de permanência no espaço. Na década de 1990, um médico russo passou 438 dias no espaço.

Cientistas esperam por mais testes de um ano, já que a Nasa espera realizar expedições humanas em Marte a partir de 2030. A radiação será o maior desafio, em conjunto com a resistência da mente e do corpo. Fonte: Associated Press.