Assembleia Constituinte confirma libertação de 43 pessoas na Venezuela

No total, 123 pessoas já foram soltas, muitas consideradas como "presos políticos" pelas organizações de direitos humanos

Caracas – A presidente da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela, Delcy Rodríguez, anunciou nesta quarta-feira que 43 pessoas foram libertadas e disse que com estas ações “termina” uma etapa “importante em prol do grande diálogo nacional”.

“Hoje foram beneficiadas 43 pessoas com estas medidas. Terminamos então esta etapa tão importante em prol do grande diálogo nacional”, disse a presidente da ANC – um suprapoder integrado apenas por chavistas e não reconhecido por vários governos – em uma declaração dada ao lado do procurador-geral, Tarek William Saab, e do defensor do povo, Alfredo Ruiz.

Com essas rodadas de libertação, segundo a ANC, 123 pessoas foram soltas, nem todas consideradas “presos políticos” pelas organizações de direitos humanos.