Assassino de soldados dos EUA é condenado à prisão perpétua

O jovem kosovar matou dois militares americanos no aeroporto de Frankfurt em março de 2011 no primeiro atentado islamita em solo alemão

Frankfurt – A justiça alemã condenou nesta sexta-feira à prisão perpétua um jovem kosovar que matou dois soldados americanos no aeroporto de Frankfurt em março de 2011 no primeiro atentado islamita em solo alemão.

Arid Uka, de 22 anos, foi declarado culpado do assassinato de dois militares americanos e de três outras tentativas de assassinato.

Ele abriu fogo no dia 2 de março de 2011 contra soldados americanos que partiam para uma missão no Afeganistão em um terminal do aeroporto de Frankfurt (oeste).