Ordem para matar jornalista veio de alto escalão saudita, diz Erdogan

Presidente turco, Tayyip Erdogan, escreveu artigo publicado no Washington Post

ANCARA (Reuters) – A ordem para matar o jornalista Jamal Khashoggi veio dos “mais altos escalões” do governo saudita, disse o presidente turco, Tayyip Erdogan, em um artigo publicado no Washington Post desta sexta-feira.

No entanto, ele escreveu: “Não acredito nem por um segundo que o rei Salman, o guardião das sagradas mesquitas, tenha ordenado o ataque a Khashoggi”.