Assad promulga decreto para naturalizar curdos do nordeste

Habitantes eram privados da cidadania no país há quase meio século

Damasco – O presidente sírio, Bashar al-Assad, promulgou nesta quinta-feira um decreto que concede a cidadania a habitantes de origem curda que estavam privados da mesma há quase meio século na região nordeste do país, anunciou a agência oficial Sana.

“O presidente Assad promulgou um decreto que concede a pessoas registradas como estrangeiros em Hasake a cidadania árabe-síria”, afirma um comunicado oficial.

Em 31 de março, o chefe de Estado havia ordenado a constituição de uma comissão para resolver o problema do censo realizado em 1962 em Hasake.

A comissão deveria concluir a tarefa até 15 de abril para que o presidente Asad promulgasse um decreto para as quase 300.000 pessoas afetadas.

Em 1962, 20% dos curdos da Síria ficaram privados da ciudadania em consequência do polêmico censo.