Assad nomeia novos governadores para 5 províncias da Síria

O presidente sírio nomeou novos governadores para 5 províncias, duas delas redutos do regime

Damasco – O presidente da Síria, Bashar al-Assad, nomeou nesta quarta-feira novos governadores para cinco províncias do país, duas delas – Latakia e Tartus – redutos do regime, informou a presidência do país em comunicado.

Segundo a nota, publicada no perfil do Facebook do gabinete do presidente, Assad designou novos responsáveis para as províncias de Alepo e Idlib, no norte; Latakia e Tartus, no noroeste; e Quneitra, no sul, que faz fronteira com as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

Alepo está dividida em áreas controladas pelas forças governamentais e outras nas mãos dos rebeldes. Além disso, toda sua região leste se encontra em poder do Estado Islâmico (EI).

A maior parte de Idlib está sob controle dos insurgentes, mas há alguns lugares dominados pelo regime.

Para essa província se transferiram os membros da Frente al Nusra, grupo sírio ligado à Al Qaeda, que anteriormente estavam presentes na periferia leste de Alepo, agora tomada pelo EI.

Já Latakia e Tartus são os principais redutos de Assad na Síria, junto com Damasco, e estiveram relativamente livres da violência, mas, este ano, o norte de Latakia foi alvo de uma ofensiva da oposição, que foi repelida pelo Exército sírio.

Nos últimos meses, Quneitra vem sendo cenário de operações dos rebeldes, que tentam tomar seu controle em meio a duros enfrentamentos com as forças governamentais.