Ação da França no Oriente Médio eleva terrorismo, diz Assad

Atitudes em relação aos "eventos da região" e "apoio de um número de seus aliados aos terroristas" são agravantes, segundo o presidente da Síria

Cairo – O presidente da Síria, Bashar al-Assad, culpou neste sábado a política francesa no Oriente Médio de “contribuir à expansão do terrorismo”, em sua reação aos ataques, reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que ontem à noite causaram pelo menos 127 mortos em Paris.

“As políticas equivocadas dos Estados ocidentais, particularmente a França, em relação aos eventos da região (do Oriente Médio), e o apoio de um número de seus aliados aos terroristas são razões que estão por trás da expansão do terrorismo”, declarou Assad, citado pela agência oficial síria de notícias “Sana”.

O presidente sírio realizou estas declarações durante a recepção a uma delegação de personalidades francesas liderada pelo deputado opositor Thierry Mariani, acrescentou a “Sana”.