Assad aparece em público junto com sua esposa

O presidente sírio, Bashar Al-Assad, realizou junto a sua esposa uma rara aparição pública, por causa do Dia do Professor na Síria

Damasco – O presidente sírio, Bashar al-Assad, realizou nesta sexta-feira junto a sua esposa, Asma, uma rara aparição pública, por causa do Dia do Professor na Síria, segundo publicam hoje os meios de comunicação oficiais, que divulgam fotografias da ocasião.

O casal recebeu vários professores “ameaçados por grupos terroristas armados” em um lugar não precisado pela imprensa, embora pareça um dos palácios presidenciais.

O líder felicitou os docentes pela festividade e louvou os sacrifícios feitos durante o conflito.

Assad considerou que atacar professores e escolas revela a realidade “daqueles que fazem a guerra contra a Síria e demonstra que os sírios estão em uma guerra contra a ignorância e o obscurantismo, que supõem uma ameaça para a sociedade e para as gerações futuras”.

Por sua vez, Asma assegurou que o papel dos professores após o fim da “crise” não será menos importante que seu papel atual, e que devem assumir sua responsabilidade junto às famílias para conscientizar às próximas gerações e educá-las da maneira correta.

Ambos intercambiaram opiniões com os professores, que agradeceram o casal pela atenção recebida.

Desde o início do conflito na Síria há três anos, Assad e sua esposa quase não apareceram em público e inclusive se chegou a especular que Asma poderia estar vivendo no Reino Unido, o que foi desmentido em várias ocasiões pelas autoridades.

De fato, em outubro, a primeira-dama síria afirmou em entrevista à televisão oficial que estava na Síria junto a seu marido e seus filhos, em meio aos rumores de que residia no exterior .