Ásia é o maior mercado potencial para jogos de azar

Saturação de mercados tradicionais, como EUA e Europa Ocidental, leva os grandes grupos a investirem no Leste Asiático

Com o amadurecimento do mercado de jogos de azar nos Estados Unidos e na Europa Ocidental, a Ásia está despontando como a região mais promissora do planeta para estes investimentos. Em 2002, o Leste Asiático, a Austrália e a Nova Zelândia geraram uma receita bruta com cassinos legalizados de 10 bilhões de dólares. No ano seguinte, a cifra já havia subido para 13 bilhões. Segundo o americano The Wall Street Journal, Macau e Austrália responderam por 40% desse valor.

Wynn Resorts, MGM Mirage e Las Vegas Sands os três maiores grupos mundiais de cassinos têm investido pesadamente em Macau e em outras regiões do continente. A atração que esta atividade exerce sobre os turistas está esvaziando países que ainda não legalizaram os jogos de azar. Com isso, pequenos países, como Cingapura, estudam a modificação de suas leis após anos de resistência. Em 2004, o Leste Asiático, a Austrália e a Nova Zelândia movimentarão 15 bilhões de dólares com os cassinos (leia ainda reportagem de EXAME sobre Gary Loveman, o dono do jogo em Las Vegas).