Árvore plantada por Trump e Macron como sinal de amizade morreu

O presidente francês tinha oferecido uma muda de carvalho a Trump durante uma visita a Washington, em 2018, e os dois a plantaram diante dos fotógrafos

Um carvalho plantando no jardim da Casa Branca no ano passado pelo presidente americano, Donald Trump, e pelo seu colega francês, Emmanuel Macron, simbolizava a amizade entre os dois líderes.

Mas, desde então, a relação entre eles enfrenta um desgaste, por assuntos que vão do Irã ao comércio, E, ao mesmo tempo, a árvore não sobreviveu, de acordo com uma fonte diplomática.

Macron tinha oferecido a árvore a Trump durante uma visita de Estado a Washington, em 2018, e os dois presidentes a plantaram diante dos fotógrafos.

Era um gesto simbólico: a árvore era procedente de uma floresta do norte da França onde 2.000 soldados americanos morreram durante a Primeira Guerra Mundial.

Mas, poucos dias depois da cerimônia, não havia mais sinais da árvore nos jardins da Casa Branca. É que a planta havia sido colocada em quarentena.

“É uma quarentena obrigatória para qualquer organismo vivo importado aos Estados Unidos”, disse, na ocasião Gerard Araud, embaixador francês nos Estados Unidos.

Mas a árvore morreu na quarentena e nunca mais voltou ao local planejado, informou a fonte diplomática.