Arthur se afasta da costa leste dos EUA

O centro do furacão Arthur já se movimenta mar adentro e se afasta do litoral dos Estados Unidos após sua passagem pela Carolina do Norte

Miami – O centro do furacão “Arthur” já se movimenta mar adentro e se afasta do litoral dos Estados Unidos após sua passagem pela Carolina do Norte, informou nesta sexta-feira o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

Em seu boletim das 8h (horário de Brasília) o furacão mantinha a categoria 2 com ventos de 155 km/h, e estava a cerca de 100 quilômetros do leste-nordeste de Kitty Hawk na Carolina do Norte, e a cerca de 150 quilômetros de Norfolk, na Virgínia.

O centro do furacão se movimenta mar adentro no litoral atlântico e passará para o sudeste da Nova Inglaterra esta noite, para se situar ao oeste de Nova Escócia no sábado cedo, quando se espera um enfraquecimento que o transforme em ciclone pós-tropical.

No entanto, foram mantidos os avisos de furacão para Ocracoke, na Carolina do Norte, e na fronteira com a Virgínia, e avisos de tempestade tropical para a baía de Chesapeake, Western, Nantucket e Cabo Cod desde Provincetown até Woods Hole.

Também foram emitidos avisos de tempestade tropical para New Brunswick, desde a fronteira dos EUA com o Canadá, além de Nova Escócia e Prince Edward Island.

O furacão, primeiro da temporada no Atlântico, se movimenta em direção nordeste a uma velocidade de 37 quilômetros por hora, segundo o comunicado do centro meteorológico, com sede em Miami.

Embora se preveja que o “Arthur” comece a perder força ao longo desta sexta-feira, as autoridades mantêm o aviso de furacão ou tempestade tropical com fortes ventos e chuvas para a costa nordeste dos EUA até a fronteira com o Canadá.

O centro da tempestade está na latitude 36,5 norte e longitude 74,7 oeste, e nas próximas horas vai continuar aumentando sua velocidade de translação em direção ao mar adentro.

O NHC informou também que espera que as chuvas comecem a diminuir nesta sexta-feira sobre o leste da Carolina do Norte, mas estão previstas fortes tempestades na zona de Rhode Island, no leste de Massachusetts e na costa de Main.

Para esta temporada a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos EUA prevê a formação de 8 a 13 tempestades tropicais, das quais entre três e seis chegariam a furacões e um ou dois deles seriam de categoria maior.