Arma preferida da Rússia é intervir em eleições, diz Nikki Haley

Segundo a embaixadora dos EUA na ONU, questão também é vista em outros países, como a França

A Rússia interfere nas eleições de outros países como “arma preferida” para sabotar a democracia no mundo, declarou a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, nesta quinta-feira (19).

“Quando um país pode interferir nas eleições de outro país, é belíssimo, realmente o é”, declarou Haley em um debate organizado em Nova York pelo Instituto George W. Bush.

“Não vimos isso apenas aqui. Vimos na França e em outros países. Estão fazendo isso em todas as partes. É sua arma preferida”, insistiu.

O Congresso americano investiga a suposta tentativa da Rússia de influenciar os resultados das eleições de 2016. Um procurador especial, o ex-diretor do FBI Robert Mueller, foi designado para supervisionar uma investigação federal sobre as denúncias.