Argentina tem cerca de 2 mil realocados após temporal

Cerca de duas mil pessoas foram retiradas de suas casas nas últimas horas na Argentina pelo forte temporal que atinge grande parte do país

Buenos Aires – Cerca de duas mil pessoas foram retiradas de suas casas nas últimas horas na Argentina pelo forte temporal que atinge grande parte do país, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais.

A província de Neuquén é a mais afetada, com grandes regiões alagadas pelas chuvas. Aproximadamente, 1.300 moradores foram realocados, a metade deles na capital provincial.

Prédios públicos, tribunais e escolas continuam fechados em toda a província por conta dessa tempestade que é a pior em 40 anos em Neuquén, informou o ministro de Coordenação de Gabinete, Segurança e Trabalho, Gabriel Gastaminza.

Nas províncias do norte de Catamarca e Santiago del Estero cerca de 500 pessoas foram realocadas em virtude das fortes chuvas que são registradas desde o sábado e que provocaram inundações, transbordamento de rios e alagamentos.

Algumas localidades, como Bañado de Ovanta, ficaram totalmente debaixo d”água. Cerca de 400 moradores tiveram que sair depois que mais de 200 milímetros de chuva caíram em menos de duas horas e o rio, que leva o mesmo nome da cidade, transbordou, conforme contou o prefeito, Elpidio Guaraz.

Em Santiago del Estero, quase 100 pessoas foram evacuadas na turística cidade de Villa La Punta devido a um desmoronamento de terra. O temporal também castigou a província de Córdoba, onde 80 pessoas tiveram que abandonar temporariamente suas casas.

O Serviço Meteorológico Nacional prevê que o temporal continuará durante as próximas horas, e alerta para chuvas fortes, grande atividade elétrica e possível granizo para o centro e norte da Argentina. Buenos Aires e região metropolitana também estão sob alerta de fortes chuvas e granizo.