Arábia Saudita: maioria dos detidos aceitou fechar acordo

Há um mês, o príncipe herdeiro saudita lançou uma investida sem precedentes prendendo príncopes, empresários e oficiais militares

Riad – O procurador-geral da Arábia Saudita, Saud al-Mojeb, disse que a maioria das 159 pessoas detidas em uma varredura contra a corrupção no país concordou em fechar um pacto.

Há um mês, o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, lançou uma investida sem precedentes prendendo príncopes, empresários e oficiais militares.

A declaração desta terça-feira vem pouco mais de uma semana depois que o príncipe herdeiro disse ao New York Times que 95% dos detidos concordaram em pagar uma quantia financeira ou liquidar parte de seus negócios.

Fonte: Associated Press.