Após segundo debate, Obama e Romney retomam campanha

A 20 dias da eleição de 6 de novembro, os candidatos a vice participaram de programas televisivos matinais de entrevistas

Washington – Depois de um debate animado que reergueu a candidatura de Barack Obama à reeleição, o presidente democrata e o rival republicano, Mitt Romney, voltaram para as viagens de campanha nesta quarta-feira a fim de fazerem suas investidas finais de olho nos indecisos.

A 20 dias da eleição de 6 de novembro, os candidatos a vice participaram de programas televisivos matinais de entrevistas, clamando a vitória no segundo debate presidencial norte-americano que aconteceu na noite de terça-feira.

O vice da chapa de Romney, o deputado Paul Ryan, disse que Obama não expôs um plano convincente para a recuperação econômica.

“O presidente…não conseguiu justificar seu histórico com relação aos déficits e à criação de empregos. E o que Mitt Romney propôs foi um plano muito específico sobre como fazer o país crescer e voltar a criar empregos”, disse Ryan no programa “Good Morning America”, da ABC.

O vice-presidente, Joe Biden, cuja estratégia agressiva no seu debate com Ryan na semana passada estabeleceu o tom do debate de terça-feira entre Obama e Romney, disse que o presidente “teve um grande debate”.


Ele afirmou, no entanto, que Romney permaneceu lamentavelmente sem especificar detalhes, em especial sobre sua promessa de reduzir impostos para a classe média, sem aumentar o déficit do orçamento federal.

“Mesmo depois de três debates…ainda não há uma única especificidade sobre o plano fiscal de 5 trilhões de dólares de Romney. Tudo é um esboço”, afirmou Biden no programa “Today”, da NBC.

“Não há respostas diretas a nenhuma questão e eu acho que está ficando cada vez mais claro ao povo norte-americano que há uma grande quantidade de retórica, mas não muita substância.” Obama compensou a apresentação apática do primeiro debate presidencial de duas semanas atrás, atacando seu rival milionário pelas propostas econômicas que, segundo ele, fortalecerão os ricos à custa da classe média.

O estrategista político do Grupo de Pesquisas Potomac, Greg Valliere, disse que Obama marcou pontos, enquanto que Romney perdeu algumas oportunidades.

“Barack Obama, atrás por 4 pontos na pesquisa Gallup de ontem de prováveis eleitores, precisava de um ótimo debate na noite passada, e ele obteve um muito bom”, escreveu Valliere em um memorando a clientes. “Obama parou a queda livre dele e provavelmente estará empatado de novo nas pesquisas até esse fim de semana.” Valliere e outros analistas afirmaram que Romney se atrapalhou com o tema política externa ao descaracterizar declarações iniciais de Obama sobre o ataque mortal do mês passado contra instalações diplomáticas norte-americanas na Líbia. Ele foi corrigido pela mediadora do debate.

Por sua vez, Obama aproveitou o momento para acusar Romney e Ryan de politizar o acontecimento que matou quarto norte-americanos, incluindo o embaixador dos Estados Unidos na Líbia, Christopher Stevens.

Obama viaja para Iowa e Ohio e Romney participa de eventos de campanha na Virginia nesta quarta-feira.


Os três Estados são considerados “decisivos”, onde o eleitorado oscila entre os democratas e os republicanos e onde as pesquisas mostram que qualquer um dos candidatos pode vencer.

Foco na economia – As pesquisas feitas logo depois do debate deram vantagem a Obama.

Mas Romney, que diz que sua experiência empresarial ajudará a reanimar a economia norte-americana, marcou pontos ao acusar Obama de não cumprir suas promessas da campanha de 2008.

Em um de seus momentos mais eficazes do debate, o ex-governador de Massachusetts afirmou que o resultado econômico ruim de Obama levou 15 milhões de pessoas a mais a precisar de auxílio-alimentação, ao crescimento lento e à falta de empregos.

O impacto do debate aparecerá por completo em alguns dias. Romney desfrutou de uma boa fase depois do primeiro debate com Obama no dia 3 de outubro, mas as últimas pesquisas de opinião mostram que a corrida presidencial está próxima de um empate.

A pesquisa Gallup de terça-feira apresentou Romney à frente com uma vantagem de 4 pontos percentuais nos 12 Estados onde a disputa está mais acirrada, enquanto a pesquisa diária Reuters/Ipsos registrou Obama na liderança, com 3 pontos de vantagem, entre os prováveis eleitores de todo o país.

A pesquisa Reuters/Ipsos de terça-feira também mostrou que mais prováveis eleitores se afastaram se um dos candidatos e se declararam “indecisos”.

Os dois candidatos estavam claramente em busca do voto das mulheres no debate da noite de terça-feira, mas Romney se atrapalhou com as palavras ao explicar como ele apoia a ideia de oportunidades iguais para as mulheres.

Ele disse que, quando foi governador de Massachusetts, ele obteve uma vez “fichários cheios de mulheres” para os cargos no governo, uma frase estranha que provocou reação imediata na mídia social. A afirmação também suscitou questões sobre se mulheres influentes eram parte de seu círculo enquanto era governador.

O presidente do Comitê Nacional Republicano, Reince Preibus, disse na MSNBC que Romney estava apenas tentando enfatizar que as mulheres são uma parte grande de seu governo.

Os dois candidatos vão se encontrar de novo na segunda-feira em Boca Raton, na Flórida, para o debate final, cujo tema será política externa.