Ao menos 8 alpinistas morrem após tempestade no Nepal

Autoridades descartaram que o acidente tenha sido provocado por uma avalanche ou um deslizamento de terra

Katmandu – Pelo menos oito alpinistas, quatro deles de origem sul-coreana, morreram em uma montanha do Himalaia, no oeste do Nepal, depois que tiveram o acampamento destruído por uma forte tempestade de neve, informou a polícia local neste sábado.

Os corpos de quatro alpinistas sul-coreanos, ao lado de quatro guias nepaleses que os acompanhavam na travessia, foram encontrados entre os destroços do acampamento, afirmou a policia. Um nono alpinista, também de origem sul-coreana, segue desaparecido.

O grupo de cinco integrantes da Coreia do Sul e quatro guias nepaleses estavam no acampamento base do pico de Gurja, o lado sul de Dhaulagiri, a sétima montanha mais alta do mundo, a 7.193 metros, no distrito de Myagdi, à espera de boas condições meteorológicas para escalarem a montanha.

A polícia de Myagdi disse no comunicado que oito corpos foram achados perto do acampamento, a 3.500 metros, quando foi realizada a missão de busca.

Os sul-coreanos encontrados foram identificados como Jaehun Lee, Jin Rim, Young Jik Yoo, Joon Mo Jeong, e Chang Ho Kim, alpinista profissional e líder da expedição. Os nepaleses foram identificados como Tsering Bhote, Lakpa Sangbu, Phurba Sherpa e Netra Chantyal.

A diretora do Departamento de Turismo, Meera Acharya, responsável por conceder as permissões de escalada, explicou à Agência Efe que devido às condições meteorológicas adversas o helicóptero não pôde aterrissar no local, motivo pelo qual não foi possível determinar quando ocorreu o acidente.

“Recebemos uma ligação na sexta-feira do acampamento Trekking Camp Nepal, a agência coordenou a expedição, informando que a equipe de escalada que estava no acampamento base tinha perdido o contato desde a noite de quinta-feira”, disse Acharya.

As equipes de resgate e moradores locais começaram a busca na sexta-feira, no entanto, não puderam chegar devido a uma forte tempestade de neve.

“Mas a equipe viu um corpo caindo. O helicóptero também informou que corpos, barracas e alimentos estavam espalhados todo o acampamento base”, disse Acharya.

As autoridades descartaram que o acidente tenha sido provocado por uma avalanche ou um deslizamento de terra: “O desastre aconteceu devido a uma forte tempestade de neve”, indicaram.

Neste momento, uma equipe de resgate da polícia começou a escalar rumo ao acampamento, que fica a 20 quilômetros da aldeia mais próxima.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s