Ao menos 24 morrem em atentados suicidas em Bagdá

O ataque ocorreu no noroeste da capital iraquiana, às 17H30 locais (11H30 Brasília)

Três terroristas, um deles conduzindo um carro-bomba, realizaram neste sábado dois atentados consecutivos na entrada de um santuário xiita em Bagdá, deixando ao menos 24 mortos, segundo um novo balanço da polícia.

O ataque ocorreu no noroeste da capital iraquiana, às 17H30 locais (11H30 Brasília), na praça Adan, um dos principais pontos de entrada do santuário de Kadhimiya, muito frequentado aos sábados.

“Três terroristas tentaram cruzar um posto de controle na praça Adan”, declarou Saad Maan, porta-voz do comando de operações de Bagdá.

Saad Maan informou que as forças de segurança mataram um dos terroristas, mas os outros dois conseguiram detonar os explosivos.

As explosões deixaram 24 mortos e 61 feridos, afirmou. Fontes do hospital de Kadhimiya e do ministério do Interior confirmaram os números.

Outros atentados já ocorreram na praça Adan, onde, em fevereiro, mais de 20 pessoas morreram em um ataque suicida.