Anúncio de campanha de Romney vincula Obama a Chávez

O presidente venezuelano e a sobrinha do ex-governante cubano Fidel Castro, Mariela Castro, aparecem no anúncio afirmando que se fossem americanos votariam em Obama

Miami (EUA.) – Um anúncio em espanhol da campanha do candidato republicano Mitt Romney divulgado nesta quinta-feira vincula o presidente americano, Barack Obama, a Hugo Chávez, os irmãos Castro e Che Guevara.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, e a sobrinha do ex-governante cubano Fidel Castro, Mariela Castro, aparecem no anúncio afirmando que se fossem americanos votariam em Obama.

O vídeo ”Quem apoia Barack Obama?” inclui comentários feitos por Chávez em setembro na Venezuela e de Mariela Castro, filha do governante Raúl Castro, durante uma visita aos Estados Unidos.

”Se eu fosse americano votaria em Obama”, afirmou o líder venezuelano no anúncio transmitido pela televisão em espanhol de Miami (Flórida). Depois Mariela Castro aparece em uma entrevista afirmando igualmente que ”votaria em Obama”.

No anúncio se menciona além disso que uma agência governamental americana utilizou a imagem do guerrilheiro argentino-cubano Ernesto Che Guevara.

”A Agência de Proteção Ambiental enviou e-mails para o mês da Hispanidade com a foto de Che Guevara”, diz a narradora do anuncio, enquanto se observa uma imagem do Che em um muro com o lema: ”Até a vitória sempre”.

Chávez aparece então por uma segunda vez com outro comentário: ”se Obama fosse de Barlavento ou de um bairro de Caracas votaria em Chávez”.

Em resposta, a campanha de Obama acusou hoje Romney de fazer o que quer Chávez: dar a ele uma ”atenção que não se merece e com isso aumentar seu poder”.

”Resguardar a segurança dos Estados Unidos e avançar nos interesses americanos requer o tipo de liderança que o presidente Obama proporcionou, não a arrogância perigosa de Romney”, disse Dan Restrepo, porta-voz da campanha democrata.