Angela Merkel deve ter maioria no Parlamento, diz pesquisa

Na pesquisa do instituto Forsa, o bloco formado pela União Democrata Cristã (CDU), Partido Liberal Democrata (FDP) e União Social Cristã (CSU) tem 46% das intenções de voto

Berlin – Menos de dois meses antes das eleições nacionais da Alemanha, uma pesquisa de opinião divulgada nesta quarta-feira mostrou que a coalizão da chanceler Angela Merkel deve conquistar maioria no Parlamento.

Na pesquisa do instituto Forsa, o bloco formado pela União Democrata Cristã (CDU), Partido Liberal Democrata (FDP) e União Social Cristã (CSU) tem 46% das intenções de voto, mesma taxa da última pesquisa. Os outros partidos representados no Parlamento alemão – Partido social-democrata (SDP), Partido Verde e o pós-comunista A Esquerda – possuem 43% das intenções de voto.

Quando questionados sobre o partido em que votariam se as eleições ocorressem este domingo, 41% apoiaram a CDU/CSU, mesma taxa da pesquisa anterior. O FDP permaneceu com 5%.

O SPD estagnou em 22%, enquanto os Verdes subiram um ponto, para 13%. A Esquerda cedeu um ponto para 8%.

A pesquisa encomendada pela revista Stern e pela emissora RTL Public foi realizada com 2.501 entrevistados de 22 a 26 de julho. A margem de erro estatístico é de mais ou menos 2,5 pontos porcentuais.

Contudo, a maioria das pesquisas ao longo dos últimos meses não mostrou nenhuma maioria para o grupo de Merkel, nem para a coalizão desejada de seu adversário social-democrata Peer Steinbrueck com os Verdes. Neste mês, Merkel previu que “será uma disputa muito concorrida e um resultado eleitoral muito apertado”.

Dado que os partidos tradicionais excluíram uma coalizão com o partido A Esquerda, o mais provável cenário para o momento ainda é um grande governo de coalizão de conservadores de Merkel com os social-democratas. Fonte: Market News International.