Merkel afirma que não fechará fronteiras para refugiados

"Esta medida não teria sucesso nem se usássemos uma cerca, como mostra o exemplo da Hungria", declarou

Berlim – A chanceler alemã Angela Merkel afirmou hoje ao jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung que o país pode controlar suas fronteiras, mas não as fechará completamente.

“Esta medida não teria sucesso nem se usássemos uma cerca, como mostra o exemplo da Hungria”, declarou.

Merkel tem sido pressionada internamente a tomar medidas para limitar o fluxo de refugiados que chegam ao país. No entanto, a presidente alemã disse que não prometerá “soluções falsas”, porque elas não se sustentariam nem por duas semanas e criariam decepção ainda maior do que o atual problema.

“Estou trabalhando com toda a força por soluções sustentáveis. Elas não dependem apenas dos alemães e levarão tempo (para surtir efeito)”.