Americano é preso ao tentar atravessar fronteira coreana ao Norte

Ao ser interrogado pelas autoridades sul-coreanas, o turista de 58 anos disse que queria chegar à Coreia do Norte por motivos "políticos"

Seu – Um turista americano foi detido nesta segunda-feira na Coreia do Sul enquanto tentava atravessar a fronteira que separa o país da Coreia do Norte, segundo confirmou a à Agência Efe o Ministério de Defesa sul-coreano.

O homem, que não teve o nome divulgado, tem 58 anos, procede do estado da Luisiana e chegou à Coreia do Sul há três dias. Ao ser interrogado pelas autoridades locais, ele simplesmente disse que queria chegar à Coreia do Norte por motivos “políticos”.

Um residente do condado de Yeoncheon, 55 quilômetros ao norte de Seul, alertou a polícia quando viu que alguém tinha cruzado a linha de controle para civis – estabelecida fora da Zona Desmilitarizada que separa os dois países – e se dirigia para a Coreia do Norte.

A Zona Desmilitarizada da Coreia é a faixa de quatro quilômetros de largura infestada de minas que percorre a fronteira entre ambos os países, que tecnicamente seguem em guerra há quase 70 anos.

O incidente ocorreu no mesmo dia em que um soldado norte-coreano conseguiu desertar para a Coreia do Sul após ser ferido por tiros do Exército da Coreia do Norte enquanto cruzava a fronteira.

Esse último episódio aconteceu na área de segurança conjunta de Panmunjom, teoricamente o único lugar da Zona Desmilitarizada em que soldados das duas Coreias se veem frente a frente.