Cinegrafista da NBC é diagnosticado com ebola na Libéria

Cinegrafista norte-americano será levado de volta aos Estados Unidos para tratamento

Los Angeles – Um cinegrafista freelancer norte-americano que trabalha para a NBC News na Libéria testou positivo para o vírus ebola e será levado de volta aos Estados Unidos para tratamento, afirmou a emissora nesta quinta-feira em reportagem online.

Acredita-se que o diagnóstico do freelancer, contratado no início desta semana para trabalhar com a editora de assuntos médicos e correspondente, doutora Nancy Snyderman, seja o primeiro caso de um jornalista norte-americano infectado com a doença mortal desde o início do surto atual na África Ocidental.