Ameaça de passageiro obriga avião a retornar ao Canadá

Após aterrissar em Toronto, polícia canadense fortemente armada abordou o avião e deteve um jovem de 25 anos

Toronto – Um avião da Sunwing Airlines que cobria a rota entre Toronto e a Cidade do Panamá se viu obrigado a retornar ao aeroporto da cidade canadense nesta sexta-feira escoltado por dois aviões de combate americanos quando um dos passageiros começou a fazer ameaças.

Meios de comunicação canadenses disseram que, após aterrissar em Toronto, uma unidade das forças especiais da polícia canadense fortemente armada abordou o avião e deteve um jovem de 25 anos.

Um vídeo gravado por um dos passageiros do avião e obtido pela emissora canadense “CTV” mostra o momento no qual os agentes canadenses entram no avião com armas de assalto gritando para que todos os passageiros abaixassem a cabeça e levantassem suas mãos.O Comando Aéreo da América do Norte (Norad) declarou que dois aviões F-16 que se encontravam em uma missão de treinamento escoltaram o voo 772 da Sunwing outra vez ao aeroporto internacional Pearson de Toronto.

O voo tinha partido de Toronto rumo à cidade do Panamá com 189 pessoas entre passageiros e tripulação.

A Sunwing informou que, 45 minutos após seu decolagem, quando se encontrava sobre o estado da Virgínia Ocidental (EUA), um dos passageiros fez ameaças contra o avião, o que obrigou à tripulação a retornar a Toronto.