Aluno é acusado por falso alarme de bomba em Harvard

Eldo Kim enviou alerta para fugir das provas de fim de semestre

Nova York – Um estudante de 20 anos, Eldo Kim, foi acusado formalmente de ser o responsável pelo falso alarme de bomba que provocou na última segunda-feira (16) a evacuação de quatro prédios do campus da Universidade de Harvard em Cambridge, no estado norte-americano de Massachusetts, e a suspensão dos exames de final de semestre.

Segundo a imprensa local, foi justamente para não ter que fazer a prova que o aluno enviou às autoridades do centro de ensino diversos emails anônimos onde dizia que explosivos tinham sido colocados nos edifícios.

Em poucos minutos, os locais foram completamente esvaziados e a polícia, junto com o esquadrão antibombas, verificou cada palmo dos prédios antes de constatar que se tratava de um falso alerta.

Kim foi desmascarado por agentes do FBI e confessou ser o autor das mensagens, assim como as razões que o motivaram. Nas próximas horas, o jovem deverá comparecer a um tribunal federal de Boston, onde será incriminado.

Se condenado, o estudante pode pegar cinco anos de prisão e mais três de liberdade condicional, além de ter que pagar uma multa de até US$ 250 mil (R$ 580 mil).