Alemão recebe, após 71 anos, cartão de Natal da 2ª Guerra

A carta, datada de dezembro de 1941, e outras 85 mensagens de soldados alemães destacados em Jersey, nunca chegaram ao seu destino

Berlim – Um homem de 55 anos que mora no centro da Alemanha recebeu nesta terça-feira, com 71 anos de atraso, um cartão de Natal enviado ao seu avô por um vizinho, que lutou na Segunda Guerra Mundial na ilha britânica de Jersey, ocupada até 1945 pelos nazistas.

A carta, datada de dezembro de 1941, e outras 85 mensagens de soldados alemães destacados em Jersey, nunca chegaram ao seu destino, pois foram roubadas do posto dos correios da frente nazista pelos moradores da ilha, localizada no canal da Mancha.

“Provavelmente foram adolescentes que fizeram isso como um ato de resistência contra a ocupação alemã”, declarou o representante dos correios de Jersey, Michael McNally, citado pelo jornal digital “inFranken.de”.

Depois de 71 anos, a carta chegou na casa do neto do destinatário do cartão, Engelbert Josef Bermann, na cidade de Muhlheim am Main, em Hesse.

“Feliz Natal e próspero Ano Novo te deseja o soldado Emil Adam. Muitas lembranças a Maier, Fischer e Melcher”, leu Bergmann com certo alívio ao receber a carta, escrita com cuidadosa caligrafia, pois segundo ele “a gente nunca sabe”.

Segundo um empregado dos correios alemães, “muitas pessoas não querem ficar com as cartas”, como foi o caso da filha do remetente, alegando que não estava interessada em “assuntos do passado”.


Muitos temem que as felicitações redigidas durante a guerra contenham os ideais do nacional-socialismo, afirmaram os correios da Alemanha.

As 86 cartas escritas na frente nazista reapareceram em 2006, quando um homem envolvido no roubo as devolveu para as autoridades da ilha.

O serviço postal de Jersey, com a colaboração dos correios alemães, da Cruz Vermelha e especialistas em história militar, tentou contactar os destinatários originais das mensagens ou seus herdeiros na Alemanha.

De acordo com dados dos correios alemães, o morador de Muhlheim am Main foi o primeiro familiar, de um total de dez que foram encontrados, a receber a carta original, enviada de Jersey em 1941 por Emil Adam ao seu vizinho Josef.

Está previsto que outras quatro cartas, datadas de entre 16 e 17 de dezembro de 1941, cheguem em breve às famílias dos destinatários na cidade de Offenbach.