Alemanha detém suposto espião infiltrado no Exército

O homem detido é suspeito de ter divulgado "informações altamente sensíveis" aos serviços secretos iranianos

Berlim – Um cidadão alemão de origem afegã que se infiltrou no Exército da Alamanha para supostamente espionar para o Irã foi detido pelo Escritório Federal do Crime (BKA), informou nesta terça-feira a Promotoria do país.

O homem está detido sob a suspeita de ter proporcionado aos serviços secretos iranianos “informações altamente sensíveis”.

O suposto espião foi identificado como Abdul-Hamid S., tem 50 anos, é de origem afegã e há vários anos teria proporcionado informações à espionagem iraniana.

Em seu trabalho para o Exército alemão, Abdul-Hamid S. tinha acesso a informações sensíveis sobre a atividade das tropas alemãs no Afeganistão.

Os organismos de segurança alemães observam há tempos com preocupação as atividades dos serviços secretos iranianos na Europa.

No ano passado foi detido na Alemanha um diplomata iraniano, credenciado na Áustria, do qual suspeita-se ter encarregado um atentado, que foi evitado, contra forças dr oposição ao regime de Teerã em Paris.