Al Nusra no Líbano reivindica autoria de atentado em Beirute

A jihadista Frente Al Nusra no Líbano reivindicou o atentado suicida realizado em um dos redutos do grupo xiita Hezbollah no sul de Beirute

Beirute – A jihadista Frente Al Nusra no Líbano reivindicou o atentado suicida realizado nesta terça-feira em um dos redutos do grupo xiita Hezbollah no sul de Beirute, que deixou pelo menos quatro mortos e cerca de 30 feridos.

Em comunicado divulgado no Twitter, o grupo afirmou que o ataque é em represália pelo “massacre do partido do Irã (Hezbollah) de crianças sírias e da (cidade libanesa de) Arsal”.

Acompanhado por imagens de crianças mortas, a mensagem do ramo libanês da Frente Al Nusra fez uma convocação aos “filhos da Sunna para que se mobilizem para combater o jogo do diabo”.

Em Arsal, uma população de maioria sunita e partidária da oposição síria, oito pessoas morreram no sábado passado, entre elas cinco crianças de uma mesma família.

O atentado de hoje foi feito por um suicida que detonou o carro onde estava causando, além das vítimas, grandes destroços materiais no bairro de Haret Hreik.

Os ataques contra posições e fortificações do grupo xiita aumentaram nos últimos meses em punição por sua participação nos combates na Síria do lado do regime de Damasco.