Agressor visita túmulo de João Paulo II

Como não existem pendências legais em relação a Mehmet Ali Agca, ele tem total liberdade para visitar o Vaticano

Cidade do Vaticano, 27/12/2014 – Mehmet Ali Agca, o turco que atirou em João Paulo II em 1981, visitou o túmulo do ex-papa neste sábado e depositou flores brancas. Segundo um porta-voz do Vaticano, Ciro Benedettini, a visita surpresa durou apenas alguns minutos. Como não existem pendências legais em relação a Agca, ele tem total liberdade para visitar o Vaticano. Emissoras de TV italianas mostraram um breve vídeo da visita de Agca ao túmulo. É possível ouvi-lo murmurar: “Mil vezes obrigado, santo” e “vida longa a Jesus Cristo”.

Em 1983, João Paulo II, que havia perdoado Agca, o visitou em uma prisão de Roma. Depois, em 2000, o papa voltou a intervir para pedir que o agressor fosse solto. Agca foi extraditado para a Turquia, pelo assassinato de um jornalista em 1979, e cumpriu mais dez anos de prisão lá.

Quando Agca foi preso após atirar contra o pontífice na Praça São Pedro durante uma audiência pública, ele disse que agiu sozinho. Entretanto, depois ele sugeriu que os serviços secretos da Bulgária e da União Soviética planejaram o ataque contra o papa, que era polonês. Por duas vezes júris italianos absolveram três búlgaros e três turcos por suposta participação no crime. Agca já deu diversos depoimentos contraditórios e alega ser um enviado de Deus. Fonte: Associated Press.