África do Sul dedica dia de oração em memória de Mandela

Data marca começo de semana que culminará com funeral no dia 15

Johanesburgo, 8 dez (EFE).- Com atos religiosos em todo o país, a África do Sul celebra hoje o Dia Nacional de Oração e Reflexão para honrar o falecido ex-presidente Nelson Mandela.

Igrejas, sinagogas, mesquitas e templos de outros religiões recebem fiéis para lembrar Mandela, cuja luta contra o regime racista do ‘apartheid’ enviou ao mundo uma mensagem de reconciliação e paz que se sobrepõe a toda raça e religião.

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, pediu no sábado a seus compatriotas que apoiem maciçamente o Dia Nacional de Oração e Reflexão declarado para lembrar o ex-líder.

‘Enquanto estamos de luto, deveríamos cantar também alto com nossas vozes, dançar e fazer o que queiramos para celebrar a vida deste revolucionário excepcional que manteve o espírito da liberdade vivo e nos conduziu a uma nova sociedade’, disse Zuma.

‘Como sul-africanos cantamos quando somos felizes e também cantamos quando estamos tristes para nos sentir melhor’, acrescentou.

O dia de oração marca o começo de uma agitada semana de atos que culminará com o funeral de Estado por Madiba no dia 15 na cidade de Qunu (sudeste do país), onde ele passou sua infância.

Espera-se que vários líderes mundiais participem dos atos fúnebres de Mandela, entre eles o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. EFE