Aeroporto filipino de Manila é o pior do mundo, diz pesquisa

Aeroporto Internacional Ninoy Aquino (NAIA) em Manila, nas Filipinas, foi votado como o pior do mundo pelos passageiros em pesquisa de site de viagens

Manila – O Aeroporto Internacional Ninoy Aquino (NAIA) em Manila, nas Filipinas, foi votado como o pior do mundo pelos passageiros em uma pesquisa divulgada nesta semana por um site de viagens especializado em aeroportos.

Os usuários da página “Guia para se dormir em aeroportos” (www.sleepinginairports.net), consideraram que o terminal 1 do Ninoy Aquino tem péssima sinalização, as conexões entre os voos são complicadas, a higiene dos banheiros e a limpeza do chão são ruins, e seus funcionários são antipáticos.

“Seus agentes de imigração preferem jogar Angry Birds antes de atender os viajantes”, declarou um dos usuários do aeroporto de Manila.

Os passageiros também se queixaram dos incômodos e poucos assentos metálicos, de suas abarrotadas salas e da falta de restaurantes e lojas que ofereçam comida durante 24 horas, além da pouca oferta de entretenimento.

Em resposta à notícia, o diretor-geral do aeroporto de Manila, José Honrado, disse ao jornal “The Star” que o relatório é “simplesmente uma adaptação de antigos relatórios”.

“Foi copiado palavra por palavra”, assegurou.

Por outro lado, o administrador do Terminal 1, Dante Basanta, afirmou que os banheiros do Ninoy Aquino podem ser comparados com os de um hotel de cinco estrelas após terem passado por reforma, que aconteceu depois que o mesmo site o considerou como o pior aeroporto do mundo em 2012.

Além disso, Dante assegurou que os passageiros não podem esperar encontrar em um aeroporto as mesmas comodidades de um hotel.

Está previsto que em dezembro deste ano comecem as obras de modernização da Terminal 1 do NAIA, que devem ficar prontas para a cúpula de líderes da Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (Apec) em novembro de 2015.

Atrás do NAIA foram citados na lista: o aeroporto de Bérgamo, na Itália; o de Calcutá, na Índia; Islamabad, no Paquistão, e Paris Beauvais, na França.

Já os aeroportos mais bem avaliados foram: o Changi, de Cingapura; Incheon, de Seul, Schipol, de Amsterdã; o de Hong Kong e o Vantaa de Helsinque.

Na América Latina os aeroportos mais bem avaliados foram: Lima (Peru), Santiago do Chile e o de Ezeiza, em Buenos Aires. Os piores foram: Caracas (Venezuela), o Galeão, no Rio de Janeiro, e o de Cusco, no Peru.