Aeroporto de Bali fecha pelo 2º dia seguido por causa de vulcão

Vulcão Agung continua em erupção e expulsa nuvens de cinza a entre 2,5 mil e 3 mil metros acima da cratera e colunas de vapor de água

Jacarta – O Aeroporto Internacional de Ngurah Rai, na ilha de Bali, permanecerá fechado nesta terça-feira, pelo segundo dia consecutivo, devido ao alerta de uma possível erupção do vulcão Agung, que lança há dias nuvens de cinza.

“O fechamento do aeroporto de Bali é prolongado até a manhã de quarta-feira. As autoridades do aeroporto continuam com suas avaliações”, afirmou Sutopo Purwo Nugroho, diretor de informações da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNBP, sigla em indonésio).

Nugroho, em várias mensagens publicadas no Twitter, também observou que Agung continua em erupção e expulsa nuvens de cinza a entre 2,5 mil e 3 mil metros acima da cratera e colunas de vapor de água, que é adicionado à atividade sísmica na área.

Um relatório da autoridade da aviação local afirma que “as rotas de voo são cobertas com cinzas vulcânicas”, o que, segundo os especialistas, podem afetar os motores da aeronave e causar um acidente.

O aeroporto de Bali cancelou ontem 445 voos nacionais e internacionais, afetando 59 mil passageiros.

As autoridades indonésias informaram ontem que planejavam evacuar entre 90 mil e 100 mil pessoas que vivem no perímetro de segurança de 10 quilômetros ao redor do vulcão Agung, depois que o Centro de Vulcanologia e Mitigação de Riscos Geológicos elevasse ao máximo o nível de alerta de erupção.

Pelo menos 22 cidades perto da montanha foram afetadas pela chuva de cinza e os oficiais recomendaram o uso de máscaras como medida preventiva.

O vulcão Agung, que fica no leste da ilha, no distrito de Karangasem e longe da maioria das atrações turísticas.

Trata-se da primeira erupção do vulcão desde 1963, quando a expulsão de magma durou quase um ano e causou mais de 1.100 mortos.

Bali é o principal destino turístico da Indonésia, com uma afluência anual que ronda os 5,4 milhões de turistas estrangeiros, segundo dados oficiais.