Advogado de Trump está sob investigação criminal, mostra documento

Segundo documento, advogado "é investigado por conduta criminal largamente centrada em seus negócios pessoais"

Washington – Michael Cohen, advogado pessoal do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está sob investigação criminal, de acordo com um documento judicial.

“Aqui, Cohen não é um advogado criminal de defesa, não tem casos e é investigado por conduta criminal largamente centrada em seus negócios pessoais”, afirma o documento. Segundo ele, Cohen tem “excessivamente poucos clientes e um baixo volume de comunicações potencialmente privilegiadas”.

De acordo com o jornal The New York Times, Trump conversou nesta sexta-feira com Cohen, dias após a o escritório e um quarto de hotel do advogado ter sido alvo de buscas.

O jornal citou duas fontes que pediram anonimato. Trump estaria “checando” o quadro, mas não se sabem detalhes sobre essa conversa. Nesta semana, Trump criticou duramente no Twitter as buscas contra seu advogado.

Na segunda-feira, o FBI apreendeu vários materiais de Cohen, inclusive relacionados ao pagamento de US$ 130 mil de Cohen à atriz pornô Stormy Daniels logo antes da eleição presidencial de 2016, em troca do silêncio dela sobre um suposto caso extraconjugal com Trump.

Fonte: Dow Jones Newswires.